Decoração de Natal da Av. Paulista

Olá! Peço perdão por ficar tanto tempo sem postar! Sei que prometi que as coisas iriam ser diferentes, mas não deu. :/ Fiquei sem assunto nenhum pra postar no blog, mas aqui estou eu de volta e espero que não tenham se esquecido daqui!

Na noite da Véspera de Natal, eu fui com a minha mãe à Av. Paulista pra ver a decoração, que eu ainda não havia visto, e tirar algumas fotos. 🙂 Não foi a família toda porque meu pai teve problemas no emprego e teve que trabalhar até muito tarde. 😦

As fotos que eu tirei não ficaram tão boas porque tiveram que ter sido feitas às pressas. Aqui estão (cliquem para ampliá-las):

IMG_1616IMG_1583IMG_1565IMG_1573IMG_1575IMG_1574IMG_1577IMG_1582IMG_1593IMG_1613IMG_1585IMG_1617IMG_1588

IMG_1605 IMG_1606 IMG_1607

Anúncios

O chão não é só sujeira

O chão também é arte. ❤ Eu, como moro no centro de SP, caminho por ruas, majoritariamente, pavimentadas. Eu amo ver a arte que cada piso tem, desde um piso feito pra ser bonito (como o de shoppings) a pisos comuns que a pessoa que o escolheu teve aquela escolha porque achou simplesmente bonito ou bom.

Meus pisos favoritos são os que têm desenhos, pedras, desenhos feitos com giz (<3 um like especial pra esses pisos porque se alguém caminhar em cima geralmente não apaga fácil, é uma “pintura” resistente ao atrito, e, como nada agrada todo mundo, quando chove eles se vão e dão lugar pra que um novo desenho possa ser feito). Um pouco mais sobre os pisos de giz, não me refiro aos que as crianças fazem, sem desmerecer nem um pingo das crianças porque quando eu era criança a calçada de frente à minha casa era o meu mural, haha mas me refiro ao que artistas realmente fazem, já conheci gente que foi contratada pra fazer esse tipo de arte. *-* Tem gente que acha que eles são vândalos etc… nada a ver!

Quando eu fui com a minha família a Aparecida, uma vez, haviam tapetes de areia/pó (não lembro exatamente o material, mas eram grãos super macios e coloridos). Eu achei aquele trabalho muito lindo! Não me cansava de ficar admirando! Mas o chato daqueles é que se alguém pisar já desmancha 😦 e eu fui uma das crianças (tinha 6 anos +/- na época) que pisou na arte 😐 MAS, obviamente, minha mãe me avisou imediatamente que eu não deveria pisar lá e quando regressamos, anos depois, à igreja, estava de novo a arte no chão e eu gostei bastante, tirei fotos que já se perderam no tempo, e não pisei de novo. 🙂

Eu gosto bastante de tirar fotos dos pisos quando eu estou esperando um ônibus, estou caminhando pra algum lugar que usualmente não vou a pé ou não vou pra esse lugar, entre outros fatores. Essas são alguma fotos simples que tirei do chão pegando o meu sapato pra deixar mais óbvio que é um piso:

IMG_0153

Rua Alemanhã, indo ao MIS (Museu da Imagem e do Som)

IMG_0582

Ponto de ônibus na Augusta, de frente ao Conjunto Nacional (esse, pra quem conhece, dava pra adivinhar, né?)

IMG_0584Também na Rua Augusta haha ao lado do Parque Augusta

Eu gosto mais dessas fotos como quadrado, como elas foram postadas no meu Instagram!

Obrigado por ter lido!

Me siga no Twitter pra acompanhar as novidades do blog!

xoxo

ENEM 2014 foi o ó (porém engraçado)

No primeiro dia de provas, eu saí de casa uns 5 minutos antes do necessário pra chegar e até aí tudo bem. Quando eu estava na rua do prédio em que eu fiz as provas, tinha duas mulheres correndo e gritando: “Aaaai, vamo correr! Senão nós se atrasa!” Que terrorismo foi aquele? Eu já não estava me sentindo seguro porque a rua estava quase deserta e eu não levei nenhum aparelho eletrônico para checar que horas eram. Na mesma hora comecei a correr e quando cheguei ao prédio entrei normalmente e ainda fiquei esperando uns 10 minutos pra prova começar… ¬¬ É muita audácia, né?

Hoje foi mais calmo. Meu pai foi levar eu e a minha prima pra fazer as provas. A gente fez em lugares diferentes, mas já que o meu local de provas era no meio do caminho do dela peguei carona.

A prova começou na mesma sala quente que eu fiz no sábado (é assim pra todo mundo), só que no meio da prova, às 14h40, uma mulher entrou falando que a gente podia trocar de sala se quisesse. Que auê foi aquele? Levaram 15 minutos pra +/- 40 pessoas saírem da sala. Tinham 4 elevadores gigantes e rápidos no prédio (sério, elevador mais rápido que já andei até agora lol), um do lado do outro, e fizeram levar esse tempo todo. Levou esse tempo todo por causa da burocracia que é ter que embalar as provas de volta, que já estavam quase na metade a maioria, e ter que ir uma fileira de cada vez… Se fosse todo mundo com a prova fechada e bonitinha com um fiscal em cada elevador (tinham uns 5 ou 6 pra minha sala), pra verificar se ninguém ia continuar fazendo no tempo da troca de salas, não teria levado nem 3 minutos… Mas enfim, não fomos prejudicados porque esse tempo de 15 minutos foi compensado e pelo menos fomos pra uma sala com ar condicionado que funciona.

Eu achei hoje bem mais fácil do que ontem. Tenho certeza que a minha nota em matemática foi boa porque a prova estava muito fácil e consegui resolver pelo menos 85-90% das questões. Não sei isso pode ser considerado ir bem, mas já que sou treineiro e fiz esse tanto ainda de boa vontade… Falando em boa vontade, fiz a prova de português sem ela. Eu detesto ler esses textos que tem relação com história, sociologia, filosofia etc., acho muito cansativos (porém, estou gostando de filosofia e os textos que a professora passa ultimamente na escola). Quando eu percebia já estava vesgo de tanto ficar olhando pra baixo. Na realidade, os textos não eram grandes, foi a minha má vontade mesmo.

A redação foi muito fácil. ❤ Pela primeira vez na minha vida eu acho que fiz um texto que prestasse. Espero uma nota alta pelo menos na redação e matemática.

Esse foi o meu ENEM!

Obrigado por ter lido!

xoxo

ENEM tá chegando!

Eu ainda estou no 2º ano do Ensino Médio, mas vou fazer o ENEM como treineiro.

A carta de confirmação chegou pra mim na quarta-feira. Eu, por mais incrível que pareça, estou satisfeito com o lugar que vou fazer as provas. Acho o lugar bom porque é uma escola que eu já havia visitado, não é muito longe de casa e vai bastante gente (dá uma certa sensação de segurança e que não estou indo pro lugar errado quando vejo o monte gente).

Honestamente, não me preparei pra prova e nem tive como porque estudo em escola pública e professor/aula que preste são coisas escassas lá. Mas já estou devidamente matriculado no cursinho pra ano que vem dar tudo certo! 🙂 Um fato que eu acho interessante, é que eu estou “na melhor sala da escola” e a situação está naquelas. Tudo de bom, maravilhoso.

Eu até pensei antes de falar da escola pública blá-blá-blá. Pensei em não dizer nada, mas resolvi dizer com as palavras corretas para que não dê em nada.

Eu ainda não estou conseguindo me tocar que já é amanhã! Eu só me toquei disso quando eu estava voltando pra casa no ônibus lotado. Fiquei tipo: É… Hum… ?… ok…

Tentarei chegar lá na hora, não vou menosprezar a prova que foi impressa, o papel tinta que foi gasto, A ÁRVORE QUE FOI CORTADA, por causa de alguns minutinhos de antecedência, ou seja, vou tentar ao máximo chegar lá a tempo.

Bem, gente, é isso!

Esse post já me deu uma ideia pra fazer outro post. hehe

Obrigado por ter lido!

Deixe o seu comentário sobre o que você espera da prova!

Boa sorte a todos!

xoxo

Sobre meus anos 2000

Eu vim fazer esse post com base numa mensagem que eu recebi no Facebook, que veio com um link sobre como foi bom ter vivido a infância nos anos 2000. O site contém 31 itens e é o seguinte: http://www.buzzfeed.com/irangiusti/31-provas-de-que-foi-maravilhoso-crescer-nos-anos-2000

Tem muitos itens que eu super concordo e que me fizeram lembrar de cada ceninha dos desenhos animados, dos jogos, do quanto eu podia ser feliz com R$ 1 etc.

Sempre que eu tento lembrar da infância, não lembro de muitas coisas… lembro da minha casa, de quem ainda morava comigo, minha bicicleta vermelha que foi roubada, a minha bicicleta prata que foi doada e o carro azul antigo do meu pai. Só. Ah, também lembro de um balanço que eu meu pai construiu pra mim (ele fez a coisa mais caseira possível, acreditem em mim, e prestou hahaha) ❤

Muitas dessas coisas, eu sei que fizeram parte da minha infância porque a minha mãe fala delas frequentemente; como o Bananas de Pijama, eu lembro exatamente nada desse desenho, mas minha mãe já me disse n vezes que eu não piscava o olho quando o desenho começava a passar na TV. Teletubbies está quase na mesma situação, mas eu ainda tenho uma ou outra lembrança. A pasta Tandy hahahaha eu me lembro perfeitamente de querer comê-la ao invés de escovar os dentes e de ter sido flagrado várias vezes pela minha mãe quando eu ia ao banheiro só pra comer a bendita pasta. “Meu primeiro tablet” (a lousinha magnética, se assim se chama) quebrou tão rápido, não consegui virar um Picasso nela. HAUHAUAHA CD das Rouge está até hoje do lado do meu som. Número 27, 28 e 29 desse post eu não vou nem comentar, eram coisas que eu detestava e até hoje não mudei de ideia. A estreia de HP1 :(( eu não lembro disso, eu devia ter uns 3 aninhos na época que lançou. Posso não lembrar dele lançando naquela época mas hoje gosto pra caramba.

Bem, pessoal, isso é tudo!

Espero que tenham gostado do post!

Se gostaram compartilhem nas redes sociais para que você e seus amigos possam relembrar da infância e comentar (eu comentei com pessoas que não tiveram nada a ver com a minha infância e a conversa foi ótima haha)

Obrigado por ter lido!

Deixe o seu comentário aqui em baixo!

xoxo

05/11/2014

Hoje foi um dia comum. Não espere nada demais por causa do título.

Acordei, saí de casa atrasadinho pra entrar na escola, entrei com a turma dos atrasados pela porta da secretaria (que já virou rotina pra mim, 90% das minhas entradas esse ano foram assim e ano que vem também serão) e entrei na sala de aula. Teve apresentação/seminário (não sei a diferença, se é que tem) na aula de história; o final da apresentação era pra ser meu, mas uma integrante do grupo roubou a minha fala e acabei ficando na frente da sala inteira que nem um bobo. 🙂 Pelo menos tiramos 9. (Teria sido um 10 se eu tivesse falado…)

Levei um trabalho super bem feito e professor que ia recolher faltou…

Hummmm… acho que foi só isso. (Além de flashes intermináveis de momentos desprevenidos nas aulas vagas kkkkkk)

Esse é um post bem atípico aqui no blog.

Estava sem o que falar, perdão.

Não espero que tenham gostado, mas obrigado se gostaram!

HAUHAUAHUAHA

Obrigado por ter lido!

xoxo

Ella Marija Lani Yelich-O’Connor

Lorde. Caso você não tenha entendido o título do post: Lorde. Aquele é o nome verdadeiro dela, pra quem não sabia.

Ela é uma cantora neozelandesa que fez sucesso graças a música Royals, parada #1 em diversos países. Quem quiser saber mais, pode checar a página dela na Wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lorde_(cantora) Fiz isso pro post não ficar muito longo e cansativo, mas a história dela não cansa, é incrível. ❤

Eu vim fazer esse post porque fiquei muito impressionado com um vídeo (antigo, me atrasei) dela cantando Kings of Leon – Use Somebody, o cover dela ficou muito show, melhor que a música original (sem desmerecer nenhuma versão), vejam:

Incrivelmente fantástico esse cover, dá pra acreditar que ela tinha 12 anos quando gravou?!

Obrigado por ter lido!

Deixe o seu comentário aqui em baixo!

xoxo